Olá, queridos leitores! Como foi a semana de vocês? Hoje vim trazer uma entrevista muito bacana que fiz com a autora Iracy Araujo, autora do livro O Primeiro- Ministro, o primeiro volume de As Crônicas da Terra do Lago.  Vamos lá?

1 – Com que idade percebeu que tinha o dom para a escrita?
Oi pessoal, tudo bom? Ganhei meu primeiro livro com 7 anos e comecei a escrever na adolescência, mas não sabia se tinha "jeito pra coisa", não mostrava o que escrevia para os outros. Só quando comecei a escrever O Primeiro Ministro foi que resolvi que iria deixar as pessoas lerem. Escrevo por que gosto e me faz bem. Faço poesias desde a adolescência ( já publiquei algumas delas no meu blog ) e gosto de redigir textos, faço crônicas urbanas as vezes, enfim, gosto de manusear com as palavras, acho o Português belissimo, tanto escrito quanto o falado com os mais diversos sotaques do nosso pais continental.

2 – Quando surgiu a ideia das Crônicas da Terra do Lago? Essa idéia surgiu de uma hora para outra, pronta; ou foi construída com o tempo?
Faz muito tempo que penso nisso. Sempre gostei de contos de fadas e gostava de imaginar aventuras em florestas e castelos. A estória de Diana e Selene foi surgindo desses "sonhos", aos poucos eu fui dando forma às duas personagens e depois o enredo foi aparecendo naturalmente.

3 – Quanto tempo demorou para que O primeiro – Ministro terminasse?
Eu escrevo muito devagar e ainda tem momentos que eu simplesmente não consigo escrever uma linha sequer. O primeiro ministro levou de três a quatro anos para ficar pronto. O castelo da floresta vai demorar quase o mesmo tempo.

4 – Houve, em alguma ocasião, um conflito entre a sua profissão – que com certeza, lhe custa tempo – e o seu anseio de publicar? (lembrando que Iracy Araujo é médica-pediatra).
O problema maior é o tempo mesmo, todo médico brasileiro trabalha muito, eu não sou diferente. Além do trabalho, nós precisamos estar sempre estudando também, o que demanda mais tempo. Eu tenho outras publicações na área médica, tenho alguns capitulos de livros médicos já publicados e mais um deve ser lançado nos próximos meses, mas publicar um livro de contos é diferente. Lembro que quando fui registrar o original e a funcionaria olhou minha profissão na ficha de inscrição achou estranho o titulo do livro por que a maioria dos médicos que iam lá registravam obras técnicas e não contos. Mas existem vários outros médicos escritores no país, dá para fazer as duas coisas.

5 – Pretende publicar mais obras? Já tem alguma história em mente?
A segunda parte das Crônicas da Terra do Lago - O castelo da floresta - está quase pronto e devo estar mandando para a editora no primeiro semestre do ano que vem. Quando terminar de escrever As crônicas já tenho um novo livro em mente, já escrevi a sinopse e o primeiro capítulo para não perder a idéia. Mas ainda vai demorar para ficar pronto.

6 – Quem mais lhe apoiou na publicação de sua obra?
Minha familia sempre me apoia. Eles conseguem me dar tranquilidade para escrever e enfrentar as turbulências do caminho. São meu porto seguro.

7 – A capa superou sua expectativa, e foi conforme idealizava?
Eu achei o trabalho dos desenhistas incrivel, eles fizeram quatro capas para mim a partir do resumo do livro que enviei para eles. Todas ficaram boas, mas quando vi a capa azul, com o castelo e as três luas no céu e senti que era ela. A espada ficou ótima também e a idéia de colocá-la formando a letra "T" do título foi perfeita. Realmente eles conseguiram traduzir o que eu tinha imaginado e eu acho que o resultado final ficou lindo.

8 – Como a Editora Novo Século (Novos Talentos) tratou-a? Já esperava que seu livro fosse aprovado pela mesma?
Não tinha certeza que meu livro seria aprovado, sou muito exigente e sempre acho que poderia fazer melhor. Acho que esse é um dos motivos que demoro tanto para terminar um livro ( faço e refaço uma cena mil vezes até achar que está boa ). A Novo Século foi a primeira editora que procurei, fiz uma pesquisa de mercado antes para ver quem tinha uma linha de literatura na qual o meu livro se enquadrasse. Quando mandei o original eles demoraram cerca de seis meses para me dar a resposta e quando fechamos contrato eles seguiram todos os prazos, o resultado final foi bem satisfatório.

9 – Já teve vontade de desistir de suas histórias? 
Diversas vezes, inclusive nunca terminei o meu primeiro conto " A tempestade ", que fiz quando ainda era adolescente, até os originais eu não tenho mais. E isso acontece por vários motivos: as vezes acho que a estória não está boa, que é muita pretensão minha querer escrever, as vezes acho que não é o momento para escrever e algumas vezes é só falta de inspiração mesmo. Mas depois de um tempo eu releio o que já escrevi, junto os fios soltos e volto a dar vida a estória. Acho que apesar de tudo enquanto eu conseguir sonhar, vou conseguir escrever.
10 – Porque indica seu livro à nossos leitores? Qual é o ponto mais forte de O Primeiro-Ministro?
No Primeiro Ministro vocês irão encontrar uma estória de amor e lealdade. Honra e honestidade. Sentimentos e atitudes que nos mostram por que vale a pena lutar por um ideal e por alguém. São conceitos um pouco fora de moda, mas eu acredito neles. E acho que devemos falar disso, principalmente para os mais jovens. Afinal quem de nós não gostaria de ter uma pessoa de bom carater ao nosso lado para nos ajudar e proteger.


Um grande abraço a todos!
Iracy

Twitter da autora


Obrigada, Iracy, por ter nos concedido seu tempo para contar um pouquinho mais sobre você e sua obra! Foi ótimo lhe conhecer melhor! E leitores, a resenha de O Primeiro-Ministro logo, logo estará disponível à vocês aqui no blog. Mantenham-se atentos!




14 Comentários

  1. Bem bacana a entrevista, adorei!
    Me identifiquei com algumas partes. Escrevo por hobby e diversão mesmo, mas quase nunca deixo as pessoas lerem! Além de rescrever o mesmo capítulo um milhão de vezes, haha! Mas quem sabe um dia eu tome coragem e publique alguma coisa, né? A Iracy serve de inspiração!

    http://officialgabi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza! Iracy serve como uma grande inspiração para nós, que sonhamos em um dia, publicar.
      Gabi, eu também tinha esse problema para mostrar para as pessoas meus contos, ou ficava reescrevendo-os porque sempre encontrava defeitos. Aos poucos fui largando disso, de modo "anonimo" ou fake, como preferir, em fanfics. Tudo ficou mais fácil depois! E reescreva tanto quanto o necessário suas histórias, você é que tem que ficar satisfeita, mas não seja pessimista, seja realista.
      Escritores, seja eles amadores ou não, sempre estão em constante evolução. O bom é encontrar uma história que você escreveu anteriormente e perceber que está boa, mas que agora, você consegue superar tudo. É ótimo assistirmos nossa própria evolução, só não deixe que isso lhe atrase.

      Beijos, Lê Lançanova
      Equipe Palácio de Livros

      Excluir
  2. Muito simpática ela! Curti tanto as perguntas quanto as respostas!

    Beijos,
    Caroline, do Criticando por Aí

    ResponderExcluir
  3. Super simpática, também ganhei meu primeiro livro com 7 anos, porém diferente dela não tenho dom para a escrita!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da entrevista, ela é bem simpática. Ganhei meu primeiro livro também aos 7 anos, e amo escrever...
    Beijos, Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Puxa, se ela demora de 3 a 4 anos para terminar de escrever um livro, isso significa que a estória contem muitos detalhes!
    http://editoraselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Bem simpática!

    Deve ser bem difícil conciliar a medicina e a escrita...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iracy é muito querida!
      Sim! Já é difícil fazer isso só com o estudo! kk

      Excluir
  7. Gostei da entrevista. Fiquei curiosa em ler o livro.
    Deve ser difícil arranjar tempo para escrever com a profissão dela.
    Bjs

    Joyce
    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. A Iracy é uma fofa! Adoro o livro dela, mesmo pequeno fiquei fascinado com a história e desejei mais e mais!
    Fiquei surpreso pelo tempo que ela demorou para criar o livro, mas... Cada um tem suas reações literárias!
    Parabéns pela entrevista!

    ResponderExcluir
  9. Adoro a capa do livro dela , uma fofa!
    Adorei a entrevista



    xoxo

    ResponderExcluir
  10. adorei a capa, a entrevista esta otima!

    ResponderExcluir
  11. Adorei a entrevista, ela é um amor de pessoa.
    Admiro muito quem tem o dom de escrever.
    beijos

    ResponderExcluir

.